18/12/2017

Expediente Aehda Final de 2017

A Aehda informa que o expediente até 29 de dezembro de 2017 continua em horário normal, das 8 às 17h00, inclusive para assuntos de contratação de Estagiários e Aprendizes.

A retirada de senhas para o processo de inscrições nas oficinas gratuitas de 2018 segue até 21 de dezembro de 2017, Quinta-feira.

Desejamos uma ótima passagem a todas as pessoas, entidades e empresas que nos apoiaram ao longo deste ano.


01/12/2017

Mais uma turma de Musicalização é capacitada pelo método Sopro Novo Yamaha

Na última sexta-feira, (1/12), ocorreu o encerramento da 8ª turma do das Oficinas de Musicalização 2017, que contam com apoio do projeto Sopro Novo – Yamaha 3º Setor.

Neste semestre, os participantes tiveram vivências múltiplas e diversificadas visando estimular a socialização, trabalho em equipe, autoestima, comportamento organizacional, cidadania, empregabilidade e solidariedade e também foram oferecidas atividades de musicalização em Flauta Doce pelo método Sopro Novo Yamaha. Cada jovem certificado também conclui o projeto com a possibilidade de formação como Instrutor Musical e alfabetizado musicalmente para dedicar-se ao aprendizado de qualquer instrumento, seja por profissão ou por atividade estética.

A Yamaha colaborou com a metodologia, com a doação dos instrumentos e com a contratação da instrutora especializada Nedina Leite, formando uma seccional na região com apoio da Aehda.
A parceria entre ambas as organizações se iniciou em 2012 e desde então já capacitou mais de 400 jovens. Todos os participantes do projeto continuarão a participar gratuitamente das demais oficinas disponíveis na Aehda a partir de 2018 e também estão aptos para ingressar nas atividades de Estágio Social em empresas da cidade.


Jovens apresentaram várias peças musicais aos presentes


Nedina, instrutora musical Yamaha,  à frente da 8ª turma em parceria com a Aehda


Atividade física melhora aprendizagem, saúde e bem-estar

Relatório do PNUD apresenta o conceito de escolas ativas e reflete sobre o potencial das práticas esportivas durante a infância

Apesar de pesquisas já terem demonstrado que uma vida ativa pode melhorar o desempenho escolar e ampliar o repertório motor, 81% dos adolescentes e jovens entre 11 e 17 anos não praticam nem 60 minutos diários de atividade física. Diante dessa realidade, o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil), com o apoio da Nike, divulgou um relatório que mostra o cenário da prática de atividades físicas e esportivas no país e apresenta o conceito de escolas ativas como um caminho para estimular o desenvolvimento integral dos estudantes.

No “Relatório de Desenvolvimento Humano Nacional 2017 – Movimento é Vida: Atividades Físicas e Esportivas para Todas as Pessoas", o conceito de escolas ativas é apresentado como uma perspectiva de desenvolvimento humano que reconhece o movimento como um elemento central para potencializar o aprendizado e uma vida plena.

30/11/2017

Brasil tem 30 mil crianças de cinco a nove anos no mercado de trabalho

No Brasil, em 2016, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgada hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de um total de 40,1 milhões de crianças e adolescentes no grupo de 5 a 17 anos, 1,8 milhão estavam no mercado de trabalho. O nível de ocupação para esta população foi 4,6%, principalmente concentrado no grupo de idade de 14 a 17 anos. Entre as crianças de 5 a 9 anos de idade, 0,2% encontrava-se ocupada em 2016, ou aproximadamente 30 mil crianças, enquanto no grupo de 10 a 13 esse percentual era de 1,3% ou aproximadamente 160 mil crianças. De 14 a 15 anos, 6,4% dos jovens estavam ocupados (430 mil) e de 16 a 17 anos eram 17% (cerca de 1,2 milhão).

As crianças pretas ou pardas eram maioria entre as ocupadas, representando 64,1%. Entre as crianças ocupadas de 5 a 13 anos, 71,8% eram pretas ou pardas, e para o grupo de 14 a 17 anos, o percentual de pretas ou pardas foi de 63,2%

Na média, no Brasil, 81,4% das crianças e adolescentes ocupados frequentavam a escola no ano de 2016. A desagregação por grupo de idade mostrou que 98,4% das crianças de 5 a 13 que se encontravam ocupadas frequentavam a escola. Para o grupo de 14 a 17 esse percentual foi 79,5%. Das crianças de 5 a 17 anos ocupadas que frequentavam a escola, 94,8% estudavam na rede pública e 5,2% na rede privada.

Pesquisa do Unicef aponta que 82% das crianças do Brasil temem a violência

A violência, o terrorismo e a pobreza são os assuntos que mais preocupam as crianças no mundo. No Brasil, 82% das crianças temem principalmente a violência – é o país em que essa preocupação atingiu o índice mais alto.

A informação foi divulgada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) , que realizou pesquisa em 14 países para marcar o Dia Mundial das Crianças, lembrado hoje (20). Foram ouvidos 11 mil crianças e adolescentes de 9 a 18 anos na África do Sul, Brasil, Egito, Estados Unidos, Holanda, Índia, Japão, Malásia, México, Nigéria, Nova Zelândia, Quênia, Reino Unido e Turquia.

Na preocupação com a violência, o Brasil é seguido pelo México e pela Nigéria, onde o índice supera os 70%. Já no Japão, apenas 23% das crianças pensam na violência da mesma forma. Outros temas que angustiam as crianças são a educação de baixa qualidade (principalmente no Brasil e na Nigéria) e o terrorismo (com destaque para Egito e Turquia).

Em todo o mundo, metade das crianças se sentem marginalizadas em relação às decisões que as afetam e dizem que não são ouvidas: 45% delas não confiam que os líderes mundiais possam tomar boas decisões em seu nome. No Brasil, o pior caso, este índice sobe para 81%.

O tratamento injusto de refugiados é outra inquietação, que atinge 40% das crianças no México, no Brasil e na Turquia.

29/11/2017

Concurso de Bolsas e Vestibular 2018 da FHO|Uniararas acontece este domingo

Inscrições para o processo seletivo seguem até amanhã, dia 30.

A FHO|Uniararas realiza este domingo, 03 de dezembro, a partir das 9h, a primeira prova do Concurso de Bolsas e Vestibular 2018. Os interessados em participar deste processo seletivo podem se inscrever pelo site www.uniararas.br até amanhã, dia 30.  Os candidatos deverão comparecer ao Campus da Instituição com cerca de 40 minutos de antecedência, tendo em mãos o comprovante de inscrição e um documento original com foto (RG, CNH ou CTPS), além de caneta azul ou preta, lápis e borracha. A prova tem três horas de duração e é composta por 50 testes de múltipla escolha e uma redação.

Sobre a FHO|Uniararas

A FHO|Uniararas oferece bolsas de estudos parciais (50%) para os cursos de Administração, Contabilidade, Economia, Biomedicina, Biologia (Bacharelado/Licenciatura), Educação Física (Bacharelado/Licenciatura), Estética (Bacharelado), Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Odontologia, Psicologia, Pedagogia, Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Química (Bacharelado) e Sistemas de Informação.

Os alunos aprovados também podem utilizar o PagFácil -  programa de crédito estudantil da Instituição – para pagar até metade do curso depois de formado, reduzindo o valor das mensalidades. O pagamento do crédito é feito apenas com os reajustes anuais das mensalidades, sem juros, e diretamente com a FHO|Uniararas, sem banco ou financeira. Além disso, não é necessária análise de crédito ou renovação semestral. Mais informações pelo telefone 0800 770 44 55.

Varitus, Sicoob UniMais e Aehda celebram mais duas turmas capacitadas

Na última segunda-feira (28/11) reuniram-se no mesmo espaço de celebração os participantes e os representantes dos projetos “Gestão e Emissão de Nota Fiscal Eletrônica” e “Ganho Nosso”.

Projeto Gestão e Emissão de NF-e – Encerrando a 12ª turma, a parceria com a empresa de tecnologia e serviços ararense Varitus do Brasil, que detém a metodologia e o instrutor voluntário, enquanto a Aehda participa com a infraestrutura didática e acompanhamento social, iniciou no primeiro semestre de 2012.  Seu conteúdo aborda legislação e os processos pertinentes à gestão, emissão e arquivamento de Notas Fiscais Eletrônicas.

Projeto Ganho Nosso – Formando a segunda turma, trata-se do desenvolvimento de adolescentes e jovens visando ao aprendizado e prática de Cooperativismo, incluindo noções de autodesenvolvimento, serviços, empreendedorismo e educação financeira. A parceria foi iniciada em 2016 e conta com o apoio metodológico e de instrutor voluntário da Sicoob UniMais.

Para a Aehda, esses projetos reforçam o conceito de que somente parcerias sólidas conseguem formar a rede de interação social, de conhecimento e de oportunidades de crescimento ao público-alvo e seus familiares.

Ao encerramento dos projetos, os participantes encontram-se aptos para atuar no mundo do trabalho como estagiários sociais ou jovens aprendizes.

Compuseram a mesa, Nilsa Flores (mãe de participante certificado representando
os familiares dos jovens), Adilson Bonatto, Diretor Aehda, Adão Lopes, CEO Varitus e
Weliton Silva, Marketing Sicoob UniMais

24/11/2017

O aluno manda vários sinais antes de evadir

Gesta discute causas, contexto e consequências, além de apresentar programas que atacam o abandono escolar de jovens com idade para estar no ensino médio.

Encontrar a solução para o problema que faz com que 3 milhões de jovens brasileiros entre 15 e 17 anos estejam fora da escola exige a cooperação dos mais diversos setores da sociedade. É isso que busca mostrar o estudo “Políticas Públicas para a Redução do Abandono e da Evasão Escolar de Jovens”, conduzido pelo economista Ricardo Paes de Barros e resultado da parceria entre Instituto Unibanco, Instituto Ayrton Senna, Insper e Fundação Brava, que recentemente ganhou uma plataforma que reúne causas, custos e consequências para o abandono escolar.

Com vídeos e infográficos interativos, o site apresenta o que está sendo feito em 245 programas (135 nacionais e 110 internacionais) para combater 14 fatores de desengajamento, tais como trabalho, pobreza, gravidez precoce, violência, problemas emocionais, clima escolar, entre outros. “Como são várias as razões envolvidas, é necessário ter programas específicos porque a solução é muito diferente”, diz Marina Gattás, coordenadora de projetos da Fundação Brava.

06/11/2017

Instituto Cooperforte elege Araras para propagar Oficina de Educação Financeira

Na próxima quinta, 9/11, O Instituto Cooperforte  realizará, em parceria com a Aehda, a Oficina "Saúde Financeira não tem preço", aplicando e adaptando metodologia difundida pelo Banco do Brasil.

Serão 28 participantes, entre voluntários do Instituto, educadores sociais da Aehda e jovens aprendizes. Todo o desenvolvimento local será registrado em vídeo para que possa ser disseminando entre todas as entidades apoiadas pelo Instituto Cooperforte, presentes em várias regiões do País.

Objetivo geral:

Estimular comportamentos relacionados à boa administração financeira que favoreçam o sucesso de pessoas e de famílias e conduzam a uma situação de equilíbrio e bem-estar.

Desempenho esperado:

a) Internalizar conceitos básicos de Educação Financeira.

b) Elaborar orçamentos financeiros, de baixa complexidade, com base na mobilização e gestão de recursos – conhecimentos, habilidades, atitudes, pessoas, materiais, crédito, dinheiro, dentre outros.

Conteúdo abordado:

1. Uma boa educação financeira deve considerar as dimensões racional e emocional.

2. A relação com os recursos monetários é dinâmica, cultural, pessoal e permeada de historicidade.

3. O autoconhecimento, as atitudes e as crenças afetam a relação com o dinheiro e com o crédito.

4. A harmonia e a coerência entre os seus sonhos e as suas atitudes podem favorecer as motivações para poupar, gerando mais satisfação.

30/10/2017

Marcas do bullying vão de baixa autoestima a tentativa de suicídio

  Lívia, 12, e sua mãe, Maria Clara (nomes fictícios) em BH;
menina desenvolveu grave depressão
(Alexandre Rezende/Folhapress)
A fobia escolar de Lívia, de 12 anos, chegou ao ponto de a menina não conseguir segurar um lápis. O uniforme, os livros, o caderno, tudo a fazia passar mal. Suava, entrava em pânico, dizia que era melhor morrer. Ameaçou se jogar da janela e pular de um carro em movimento.

A menina foi alvo de bullying em vários momentos da vida, até desenvolver uma grave depressão no ano passado, conta a mãe, a pedagoga Maria Clara, 51 –os nomes foram trocados para preservar a identidade das duas.

Após os pensamentos suicidas, a menina foi afastada da escola por recomendação médica e perdeu os anos letivos de 2016 e 2017.

11/10/2017

Engenheiro Agrônomo da Aehda recebe Prêmio Armando Le Voci


Mauro recebe a premiação, ao lado da esposa Sônia
por indicação do cientista Sizuo Matsuoka
O Engenheiro Agrônomo e Gerente do Centro Ambiental Aehda José Mauro Oliveira Araújo foi homenageado na última segunda-feira, (9/10), com o Prêmio Anual "Armando Le Voci", outorgado pelo Rotary Club de Araras e que reconhece os profissionais da área que deram grande contribuição técnica, produtiva ou científica nas ciências agrárias ou melhorias do meio ambiente em sua região de atuação.

A indicação partiu do Veterano Rotariano Sizuo Matsuoka, que é um dos mais importantes pesquisadores das tecnologias de desenvolvimento das áreas canavieiras e seus derivados. (saiba mais). O Prêmio, que além da indicação, tem um júri de avaliação, foi instituído com o nome de "Armando Le Voci" pela sua importância no setor agrícola na cidade de Araras, como agrônomo,  e o seu engajamento social no Rotary Club de Araras, que dentre muitas realizações, também compôs o time de fundadores da Guarda-Mirim de Araras, de 1966 (atual Aehda).

A Diretoria, Conselheiros e Equipe Técnica da Aehda parabeniza seu profissional por mais um justo reconhecimento.

Abaixo, um currículo do Engenheiro Agrônomo Mauro Araújo

05/10/2017

Aehda mantém Certificado ISO 9001

O Sistema de Gestão da Qualidade da Aehda, baseado nas normas NBR ISO 9001 v 2008, foi mais uma vez auditado nos dias 4 e 5/10,  por uma das mais importantes entidades certificadoras, a BVC (Bureau Veritas Certification). O resultado final foi a recomendação para a recertificação, que ocorre de três e três anos, após auditorias internas e externas de manutenção.

 A Aehda obteve o certificado pela primeira vez em 2005 e é uma das poucas entidades do setor a considerar o desafio de implantação e manutenção da ISO 9001, por reconhecer a sua importância para organização dos processos, metas e métricas internas que refletem diretamente na busca contínua de excelência para os serviços prestados aos clientes que contratam os estagiários e aprendizes treinados pela entidade.

03/10/2017

Cartão de confirmação do Enem estará disponível no dia 20 de outubro

O cartão de confirmação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano estará disponível na página eletrônica do exame a partir do dia 20 de outubro. O cartão informa o local onde cada estudante fará as provas, além do número de inscrição e dos horários das provas.

Para ter acesso ao cartão de confirmação, o aluno deve informar seu CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição. No cartão, informa-se também se o estudante pediu atendimento especializado e ou específico e qual a opção de língua estrangeira – inglês ou espanhol.

Confira quais são os temas que podem ser abordados na redação do Enem

Para quem vai fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a preparação para a redação é fundamental. Isso porque essa prova vale 1000 pontos, enquanto nas outras áreas de conhecimento, o valor varia por conta da Teoria de Resposta ao Ítem (TRI), método que dá pesos diferentes para as questões de acordo com o número de erros e acertos.

A exemplo dos últimos anos, a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano deve continuar tratando de temas sociais. “A gente especula que a prova continue tratando de algum tema de grande abrangência e polêmica social, como tem sido nos últimos anos”, avalia o professor de sociologia e filosofia de uma escola particular do Rio de Janeiro Leandro Vieira, que também dá aula de atualidades para alunos que se preparam para a prova.

02/10/2017

Plataforma oferece Curso Digital gratuito para Educadores

A plataforma Educação e Participação, especializada em temas e conteúdos de educação pública, provida pela Fundação Itaú Social, está disponibilizando o Curso Comunicação Digital para Educadores. Com vagas limitadas, as inscrições podem ser feitas no portal até 9 de outubro de 2017.

Dentre os objetivos do curso, os principais são: 1) Promover a reflexão sobre a comunicação digital em processos educativos, a partir da apresentação de conceitos teóricos relacionados às mudanças sociais recentes que afetam a educação, enfatizando a possibilidade de empoderamento e participação democrática dos envolvidos. 2) Conhecer aspectos da comunicação e da cultura digital, vivenciando a expressão por meio da fotografia, do áudio e do vídeo e 3) Refletir sobre as possibilidades de combinar diferentes linguagens e usar georreferenciamento em projetos educativos e mapeamento do território.

O endereço para inscrições é: www.educacaoeparticipacao.org.br


Nutricionista dá dicas para aprendizes

Convidada é especializada em Nutrição e Saúde Pública
Na última Quinta-feira (28/9), a Aehda contou com a colaboração voluntária da nutricionista Paola Damaris Perino para uma palestra elucidativa sobre Higienização e Contaminação de Alimentos. A maior parte do público é formada por aprendizes que desenvolvem seu aprendizado prático em empresas que prestam serviços na área de alimentação.

Além de abranger o assunto com informações atuais sobre métodos de prevenção, riscos de acidentes de contaminação por descuidos básicos, também desenvolveu dinâmica de grupo  para que os jovens interagissem e fixassem o conteúdo.

Sobre a Palestrante

Paola possui graduação em Nutrição pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente, é Nutricionista aprimoranda do Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza da Faculdade de Saúde Pública, atuando no Centro de Referência para a Prevenção e Controle de Doenças Associadas à Nutrição (CRNutri). Participou como Bolsista de Iniciação Tecnológica e Industrial do CNPq no Projeto Rede de Municípios Promotores da Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Rede-SANS). Tem experiência na área de Nutrição e Saúde Pública, atuando principalmente na atenção básica de saúde.

Momento de dinâmica de grupo


Aehda faz abordagem para jovens da Etec Alberto Feres

Na última terça-feira (26/9), as educadoras sociais da Aehda Adriana Pellegrino e Elaine Reis desenvolveram, a convite da diretoria pedagógica do Centro Paula Souza Etec Prefeito Alberto Feres, uma abordagem sobre Marketing Pessoal e Entrevista de Emprego, sintonizando jovens que estão concluindo o terceiro ano do Ensino Técnico.

As educadoras abordaram referencial teórico sobre o tema, dispuseram de dados recentes do mercado de trabalho e deram dicas práticas de comportamento individual, profissional, redação de currículos, ética e preparo esperado dos candidatos em uma entrevista de emprego.

O Centro Paula Souza Etec Alberto Feres, que possui aproximadamente 700 alunos,  tem procurado sintonizá-los com os desafios do mercado de trabalho desde o primeiro ano do Ensino Médio, promovendo visitações a empresas, feiras profissionalizantes, debates, palestras e também se aproveitando da experiência de profissionais e educadores que atuam com jovens na preparação para o mundo do trabalho.

Jovens aprendizes desenvolvem ação voluntária com moradores de rua

Os jovens aprendizes da Aehda, da 17ª turma (2017), debateram questões de cidadania nas oficinas e decidiram desenvolver uma ação solidária junto aos moradores de ruas da cidade. Com apoio dos educadores sociais e de empresas da cidade, decidiram por visitar os moradores no Centro POP de Araras, que acolhe esse público conforme política municipal de assistência social.

No escopo da ação, os jovens distribuíram brindes aos moradores, com apoio de empresa local, além de dialogar e entender na prática muitas das questões que antes haviam sido debatidas.

A Aehda insere em seu conteúdo de formação diversos temas transversais que possibilitam que os jovens possam desenvolver uma cidadania plena e um olhar mais sensível e solidário para com as questões sociais que estão presentes na vida de todos.

O Centro Pop (Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua) Narciso Gomes localiza-se à Rua Visconde do Rio Branco, 675, Centro.  (veja uma matéria do portal G1 - clique aqui!)

Assista ao vídeo que documentou a ação, desenvolvido pelos próprios jovens.



25/09/2017

"Lá e cá", visitas abrem perspectivas

Alunos do 9º ano interagem com aprendizes em dinâmica
Alunos do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Antônia Marques Dahmen visitaram a Aehda na primeira quinzena, (11/9), para conhecer suas dependências e serviços oferecidos gratuitamente aos jovens de Ensino Médio de Escolas Públicas. Na ocasião, interagiram em uma dinâmica de grupo com os jovens aprendizes da entidade e muitos manifestaram o interesse em inscrever-se no Programa da Aehda.

Pró Arara

Conscientizando sobre o meio ambiente e despertando os jovens para as questões públicas de interesse coletivo, mais uma visita monitorada  foi realizada no projeto Pró Araras. Jovens interagiram com as espécies locais e receberam explicações sobre o funcionamento da entidade e sua importância para a Região.

Serviço

II Edição do Setembro Amarelo é destaque na Aehda

Mais de 120 inscritos participaram dos debates
Como parte das atividades de conscientização do programa Setembro Amarelo, que visa à conscientização para a prevenção ao suicídio, as psicólogas Elaine Reis e Nayara Santos promoveram, em 16 de setembro, a segunda edição anual de informações e debates sobre o tema.

O evento aconteceu nas dependências da Aehda e contou com a convidada especial Dra. Yvonne Sánchez Sastre, que dentre várias especializações, é também médica psiquiatra e detém experiência e abordagem considerável sobre as causas e prevenção.

22/09/2017

Ruptura escolar é uma das principais causas da violência entre jovens

Dois grupos de jovens de idade semelhante, todos homens, pobres e criados na mesma região. Um grupo vira matador e o outro, trabalhador. Por quê?
O sociólogo Marcos Rolim procurou essa resposta ao investigar a violência extrema, aquela que mata ou fere mesmo quando não há provocação nem reação da vítima. Modalidade que, acredita ele, está em alta no Brasil.
Em experimento inédito no país, ele entrevistou um grupo de jovens violentos de 16 a 20 anos que cumpriam pena na Fase (Fundação de Atendimento Socioeducativo) do Rio Grande do Sul. Ao final, pediu que indicassem um colega de infância sem ligação com o crime e foi atrás dessas histórias.

13ª Feira das Profissões da FHO acontece na próxima semana

De 27 a 29 de setembro, a Fundação Hermínio Ometto realiza mais uma edição da Feira das Profissões, evento criado com o objetivo de esclarecer as dúvidas dos estudantes durante o período que antecede os vestibulares, por meio de atividades práticas, do contato com a comunidade acadêmica e da visita à Instituição. Mais de 15 mil alunos do 3º ano do Ensino Médio de escolas de Araras e região já estão confirmados para o evento, que é gratuito e aberto à comunidade.

Aehda participa do I Feprara

Feira das Profissões atrai seis mil pessoas
Pelo terceiro ano consecutivo, a Aehda participa da feira municipal que reúne entidades públicas e privadas da cidade, visando orientar sobre as oportunidades educacionais e profissionalizantes de Araras e região. Chamada, a partir deste ano, de Feprara - Feira das Profissões de Araras, foi
realizada entre os últimos dias 13 e 16, nas dependências do clube do Sesi (Serviço Social da Indústria).

23/08/2017

SENAC e Prefeitura oferecem formação para Cuidadores de Idosos

Estão abertas as inscrições para o curso de Cuidadores de Idosos – Ambiente e Saúde, promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Geração de Emprego e Renda, em parceria com o SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial). As inscrições devem ser realizadas no Centro e Divulgação, Formação e Realização de Eventos de Turismo “José Élio Dias” (Região Leste), até o dia 6 de setembro.

Segundo a Pasta, o curso terá pouco mais de três meses de duração, de 13 de setembro a 20 de dezembro - as quartas, quintas e sextas-feiras, das 8h às 12h. As aulas serão ministradas no Centro de Turismo, localizado na Avenida Lourenço Batistella, 275, Praça Jorge Assumpção, José Ometto 1. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3544-9400 (Secretaria de Desenvolvimento Econômico) ou 3541-6802 (Centro de Turismo).

Fonte: Anderson Cândido/Secom
Com informações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico

18/08/2017

Jovens podem cair em 'limbo irreversível' no Brasil, diz economista.

No momento em que deveria aproveitar suas últimas décadas de população predominantemente jovem e preparar-se para os desafios tecnológicos e sociais do século XXI, o Brasil está exterminando sua juventude em uma velocidade assustadora - negros, em especial, são as principais vítimas. Para os jovens brasileiros, é cada vez maior o risco de que o futuro esteja fadado a um quadro irreversível de "limbo": trabalho informal, pobreza e sem repertório para mudar a realidade. O alerta é do economista Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco. "Nós já perdemos o bônus demográfico, temos um padrão de desigualdade gigantesco, o mundo está avançando em velocidade muito alta. A projeção para a juventude em 2030, 2050 pode ser uma posição de limbo", prevê.

Brasil tem 2,5 milhões fora da escola; trabalho é principal razão para abandono

Em todo o mundo, existem cerca de 264 milhões de crianças e jovens fora da escola, de acordo com os dados do Instituto de Estatísticas da Unesco. No Brasil, que universalizou o acesso ao ensino básico há quase duas décadas, são 2,5 milhões. Por aqui, o problema não é a falta de escolas, mas situações que rondam a sala de aula; como na maioria dos países da América Latina, a pobreza é a principal causa para a evasão.

Uma tese de doutorado da pesquisadora Vanessa Petró, da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), identificou que 24% dos deixaram a escola porque precisavam trabalhar, 11% não tinham tempo de se dedicar aos estudos e 10% deles não gostavam de estudar. A gravidez precoce e o uso de drogas foram outras razões citadas.

Os dados da organização Todos Pela Educação confirmam que a desistência se concentra nos anos do Ensino Médio. Na população de 6 a 14 anos de idade, 98,5% estão na escola. Dos 15 aos 17, o índice cai para 82,6%. Especialistas acreditam que não há políticas públicas que tentem reduzir o abandono escolar de forma adequada. “O sistema escolar que não é atraente e que crê na reprovação como processo educativo provoca abandono”, afirma Ricardo Falzetta, gerente de conteúdo do Todos Pela Educação.

07/08/2017

Aehda participates on global voluntary initiative promoted by IBM

Volunteer Francisco Leite explains about diversity
Through its Institutional Relations Director, Francisco Álvares Leite Júnior, who is also volunteer at Aehda and part of the global volunteerism of former IBM professionals, Aehda joined @ibmvolunteers campaign during the called "Teaching Respect" Global Volunteer Initiative started after studies indicating that young people dealing with high levels of harassment and bullying have lower educational performance.

The methodology suggested by IBM added to the treatment of cross-cutting themes of Human Development that Aehda provides to all its participants, in order to reduce the barriers of social, educational, gender and ethnic inequality.

To conclude the first cycle of the campaign in the entity, held together with a class of 14 apprentices, between 15 and 18 years old, the volunteer Francisco, together with the social educators Adriana Pellegrino and Elaine Reis, promoted an afternoon of chat with active participation of young people. The covered topics were Social Inclusion of carriers of  Special Care, Homosexuality, Bullyng, Gender Equality and Respect for Diversity.

According to volunteer Francisco, these activities better prepare young people to overcome their barriers, limits, prejudices and enter into social life with a more supportive and respectful view of what is different. "It was a great opportunity, a real teamwork, and an important IBM initiative."

The content will be applied in the other classes from the third quarter of 2017. Approximately 400 young people will participate.

Teens like IBM initiative

04/08/2017

Aumenta uso de eletrônicos nas atividades escolares

Uma pesquisa feita pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) revelou que 52% dos alunos de escolas com turmas de 5º e do 9º anos do ensino fundamental e do 2º ano do ensino médio, localizadas em áreas urbanas, usaram telefones celulares em atividades escolares no ano passado. Entre os estudantes do ensino médio, o percentual atingiu 74%. Segundo a pesquisa TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) Educação 20016, 95% das escolas públicas têm ao menos um tipo de computador conectado à Internet. Entretanto, 45% dessas unidades ainda não ultrapassaram 4Mbps de velocidade de conexão à Internet e 33% têm velocidade de até 2Mbps.

A pesquisa, feita por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) mostrou também que os laboratórios de informática estão presentes em 81% das escolas públicas, mas, em apenas 59%, esse espaço encontrava-se em uso em 2016, segundo os diretores. Além disso, somente 31% dos professores de escolas públicas afirmaram usar computadores no laboratório para desenvolvimento de atividades com os alunos.

02/08/2017

Parcerias solidárias e éticas transformam vidas

No segundo semestre de 2017, iniciaram-se as oficinas com as novas turmas de adolescentes e jovens que participam dos projetos da Aehda. Elas reforçam o conceito de que somente parcerias sólidas conseguem formar a rede de interação social, de conhecimento e de oportunidades de crescimento ao público-alvo e seus familiares. Conheça as principais organizações participantes do projeto Aehda neste ano e o que fazem pelos jovens:

Senac Rio Claro - Com parceria firmada com a Aehda desde 2011, capacita jovens e os prepara para o mundo do trabalho com sua grade de cursos voltados ao Terceiro Setor. Neste ano, vem ministrando a oficina de Auxiliar Administrativo, que inclui noções administrativas, de marketing e comércio e secretariado dentre outras.

01/08/2017

Aehda participa de iniciativa voluntária global promovida pela IBM


Voluntário Francisco aborda assuntos sobre diversidade
Por meio de seu Diretor de Relações Institucionais Francisco Álvares Leite Júnior, que além de voluntário na Aehda também faz parte do voluntariado global de ex-profissionais da Organização IBM, a Aehda ingressou na campanha @ibmvolunteers durante a Iniciativa Voluntária Global "Teaching Respect"https://www.ibm.com/ibm/responsibility/initiatives/activitykits/teaching/,que surgiu após estudos indicarem que jovens que lidam com altos níveis de assédio e bullying têm uma performance educacional inferior.

O mundo do Design Gráfico ganhou mais integrantes

O Instituto Cooperforte, representado pelo Presidente José Rogaciário e o Multiplicador de Educação Financeira, Benedito Carlos, participou do evento de encerramento do projeto Design Jovem da Associação de Educação do Homem de Amanhã – AEHDA em Araras-SP, parceira do Instituto Cooperforte. O Projeto teve duração de 7 meses e capacitou vinte jovens, com idades entre 16 a 24 anos, no curso de Design Gráfico.

12/06/2017

Aehda se junta ao Combate à Violência contra Idosos

Meninos Ecológicos, projeto em parceria com a Elektro,
distribuiu mudas de árvores nativas
Em 15 de junho é comemorado o Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. No último sábado (10/6), no coreto da Praça Barão de Araras, houve a abertura da campanha municipal. Promovida pela Secretaria Municipal de Ação e Inclusão Social, por meio do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), a ação tem como objetivo a conscientização da comunidade ararense sobre a importância do papel da família no atendimento e respeito ao idoso e de sua importância no contexto familiar.

SPM lança campanha de alerta aos sinais de relacionamento abusivo

Campanha lançada em 9 de junho passado pela
Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres
Com a proximidade do Dia dos Namorados, os relacionamentos são o assunto do momento. Mas é importante chamar atenção para uma questão: os relacionamentos abusivos. Sinais, gestos e ações que indicam que o relacionamento caminha para violências.

“Muitas mulheres sofrem violência e não se dão conta. Quando são xingadas, são expostas em grupos, tem sua alto estima ferida ou até mesmo perdem a autonomia sobre seu patrimônio”, explica a Secretária Especial de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes.

Para levar o debate para as redes sociais, a Secretaria de Políticas para as Mulheres lança a campanha #NãoéAmorQuando. Com peças coloridas, vídeos e infográficos, a campanha será divulgada nas redes sociais: Facebook , Twitter e Youtube.

 “É importante deixar claro que as mulheres tem ajuda. Hoje, em todo o Brasil, atendemos milhares de mulheres pelo Ligue 180 tirando dúvidas e informando sobre as leis e a Rede de Atendimento à Mulher”, explica a secretária Fátima Pelaes.

Qualquer pessoa que precisar de informações ou queira fazer denuncia de um relacionamento abusivo, pode ligar de forma gratuita e anônima para o Ligue 180. Em 2016, o Ligue 180 realizou mais de um milhão de atendimentos (1.133.345), 51% a mais do que os registros de 2015. Do total, 12,3% relatam violência, sendo a física em primeiro lugar (50,70%), seguida da violência psicológica (31,80%).

Aehda participa de debates sobre Ética e Mercado de Trabalho

Casa cheia para o debate na Escola Adalgiza Franzini.
Com flores de agradecimento, Elaine à esquerda, e Adriana
ao centro, ladeadas pela equipe escolar
As profissionais de Desenvolvimento Humano da Aehda, Adriana Francioso Pellegrino (psicopedagoga) e Elaine Alves Ragassi dos Reis (psicóloga e educadora social) levaram suas práticas e experiências para dois debates ocorridos em escolas públicas da cidade.

A primeira delas ocorreu no final de maio na Escola Municipal Adalgisa Perim Balestro Franzini, tendo por público-alvo os educadores, jovens e adultos participantes do Ensino de Jovens e Adultos -EJA. O tema abordado foi "Marketing Pessoal e Entrevista de Emprego", encerrando a semana especial da Escola sobre o ingresso no Mercado de Trabalho. "De uma forma direta e criativa, foi mostrado como se preparar para o concorrido mundo do trabalho no momento da entrevista, o que é de grande valia para todos. Foi um importante desfecho para as atividades da semana preparadas pela equipe pedagógica da Escola", declara Ivanete Dorta, coordenadora da Semana
Palestra na VIII Acampetec, na Paula Souza

A exposição seguinte ocorreu na VIII Acampetec, realizada de 26 a 28/5, no tradicional acampamento do Centro Paula Souza Alberto Feres, voltado aos seus alunos do Ensino Médio e Técnico. O tema do ano foi: "Valores Sociais, Éticos e Morais - O Que a Sociedade Espera de Nós?". "A atividade envolveu dinâmicas de grupo e deu espaço para construções a partir do pensamento críticos dos próprios jovens", lembra Elaine Reis.

Nas atividades de Desenvolvimento Humano, nas oficinas da Aehda, ou nos espaços externos, os educadores sociais, especializados, respeitam a história de vida de cada elemento do público-alvo, atuam com atividades dinâmicas, diversificadas e humanizadoras, visando alavancar o processo de: Resgate da Autoestima; Comportamento emocional intra e interpessoal; Percepção social e de cidadania, Empregabilidade e Autonomia.



Acampetec Centro Paula Souza - Alberto Feres

A Acampetec ocorre há oito edições, uma vez por ano, e reúne quase metade dos alunos do Centro Paula Souza Alberto Feres num acampamento de final de semana, na própria escola. Organizada pelo Professor e Mestre José Calixto, reúne os jovens em atividades diversas, dentre elas, exposições sobre o tema principal de cada edição, sempre focalizado na preparação de um adulto mais cidadão e entendedor de seu papel no mundo, dos seus direitos e deveres e dos seus propósitos profissionais e humanos.

Jovens participam de exposição da Aehda no auditório da Escola

Logotipo, cartazes e divulgação do evento são escolhidas
dentre os trabalhos feitos pelos próprios alunos e
votados eletronicamente pelo aplicativo ClassApp
que facilita a comunicação entre alunos, professores, familiares
e traz temas e informações da rotina escolar



02/06/2017

Araras realiza a X Conferência Municipal de Assistência Social

Encontros municipais ocorrem em junho
e julho, enquanto a Conferência Nacional
acontece em dezembro
O Conselho Municipal de Assistência Social de Araras- CMAS e a Secretaria Municipal de Ação e Inclusão Social convidam os cidadãos e cidadãs de Araras para a X CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Com o tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS”, trata-se de um espaço de debates onde são discutidas as Políticas Públicas Vigentes e sugeridas novas propostas envolvendo o público usuário do Sistema Único de Assistência Social. A presença de usuários, trabalhadores do SUAS e sociedade civil é primordial para que as melhores propostas ganhem consistência, sejam defendidas em fórum estadual e, posteriormente, federal, para que sejam construídas ações para minimizar os efeitos da desigualdade social e diretrizes mais democráticas para a ação social em todo o País. No nível federal, a Conferência ocorrerá em Dezembro.

ACOMPANHE

1º Encontro Preparatório: 06/06/2017, das 14 às 17h00
Eixo 1: A proteção social não-contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais

2º Encontro Preparatório: 13/06/2017, das 14 às 17h00
EIXO 2: Gestão Democrática e Controle Social: o lugar da sociedade civil no SUAS

3º Encontro Preparatório: dia 20/06/2017, das 14 às 17h00
EIXO 3: Acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais

4º Encontro Preparatório: dia 22/06/2017, das 14 às 17h00.
EIXO 4: A legislação como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais.

CONFERÊNCIA MUNICIPAL

1º encontro - 06/07/2017 - das 19 às 22h00
2º encontro - 07/07/2017 - das 8 às 13h00

Local: Anfiteatro FHO - UNIARARAS
Av.. Dr. Maximiliano Baruto, 500 - Jardim Universitário, Araras, SP

Conferências – Desde 1995, as conferências fortalecem a democracia e ampliam a participação de todos os setores na consolidação da política de assistência social. Para a secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Carminha Brant, a realização dos encontros em diferentes esferas enriquece o debate, uma vez que incorpora especificidades locais e regionais para o aprimoramento da gestão do Suas.

“As conferências servem também para reflexão e avaliação da política, além de gerar conteúdo para trabalhadores, usuários e gestores com base na missão, metas e objetivos da assistência social.”

Acesse aqui a resolução nº 23/2016 que estabelece as normas gerais para a realização das conferências de assistência social em âmbito nacional, estadual e do Distrito Federal.

Leia também o Informe nº 1 com recomendações para os municípios, estados e o Distrito Federal para garantir a acessibilidade nas conferências de assistência social.